Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Bunrt

por Ana Lages, em 12.02.17

           Adorei! Simples assim! Bom vamos começar pelos atores, um grande elenco que pessoalmente admiro muito. Bradley Cooper, fantástico como sempre, não fosse todo o charme associado a fazer o seu trabalho natural, fez uma interpretação muito boa do chef Adam Jones, com muitas emoções mas sempre com muito do seu ar à mistura. E claro que fiquei muito contente ao ouvir Bradley na versão française.

           A personagem que mais me admirou foi realmente Daniel Brühl, a interpretar Tony, um homossexual, filho do grande chef que instruiu Adam. Para além de demonstrar um lado muito mais sensível do que comparado ao seu papel em Inglorius Basterds, do qual já se subtendia o seu domínio em Inglês, Francês e Alemão, Daniel surpreende pelo seu Inglês com o sotaque espanhol. Acho que todos os papéis o seu foi o que requisitou maior detalhe por parte do actor.

          Sienna Miller, fantástica, interpretou uma personagem de feitio também um pouco complicado, mas que com o tempo acaba por se demonstrar mais afetuosa. No fundo também não apresentou grande desenvoltura.

          Surpresa das surpresas, porque esta mulher não me para de surpreender! Ela é Alicia Vikander e está em todo o lado! Qual é o meu espanto e eis que surge no meio do filme! Acho-a fantástica, brilhante é capaz de dominar todo o cenário em volta, nem que faça apenas o papel de uma personagem secundária. Tem uma beleza tão natural e pura, difícil de resistir. Simplesmente brilhante. Já por não falar que me surpreendeu em U.N.C.L.E no seu discurso Alemão e aqui surge em Francês. Trés bien! Faço-lhe a vénia.

         Uma Thurman surpreendeu pela negativa. Parece que aquelas plásticas foram à séria. Fiquei na dúvida se seria ela ou não, mas como já tinha visto o elenco, tive de me convencer. Infelizmente. É triste quando vemos uma actriz tão reconhecida, fã como sou de Kill Bill, enfrentar a realidade que a face tão característica de Uma já não existe mais.

         Bom, vamos à história em si! Achei fantástica, adorei, eu sou suspeita porque adoro tudo que envolva culinária, tudo o que envolva aprendizagem de preparação dos pratos, todo o stress, os desafios, aquela perfeição desproporcional, adoro tudo isso. Por alguma razão sou fã do Masterchef (principalmente da Austrália, mas adoro o português). Acredito que para quem realmente vive neste mundo possa encontrar falhas, mas isso é como tudo. A história é engraçada, está bem pensada, mas houve duas mensagens que achei lindíssimas por de trás tudo isto:

  1. O momento em que o chef Reece recebe Adam num dos seus piores momentos, apesar de serem “inimigos” ajuda-o e dá-lhe uma lição. Foi sincero e admitiu que Adam era melhor e precisava dele como uma meta atingir, para conseguir ainda mais.
  2. O momento final em que o chef Adam se junta ao resto da equipa e almoça com eles, admitindo finalmente o trabalho em equipa e que as coisas correm muito melhores se confiarmos nos outros.

        Uma mensagem aqui subentendida é que nem sempre os que estão à nossa volta são os nossos amigos. O Michel, apesar de se ter feito amigo do Adam, à primeira grande oportunidade destruiu o seu sonho em troca de vingança. No entanto, Reece o seu inimigo público, deu-lhe a mão e ajudou-o mais do que ele poderia imaginar.

        Bom, em resumo, o filme está simples mas acho que tem os pontos principais bem assentes e bem estruturados. Outro factor que gostaria de fazer referência: guarda-roupa de Dr. Rosshilde e Anne Marie. Fantástico! A minha cena preferida? Quando Adam beija Tony na boca para espanto de todos! Música preferida? Fire de Barns Courtney. Se recomendo? Vivamente!

Resultado de imagem para burnt

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Mensagens



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Favoritos